terça-feira, 11 de maio de 2010

O mármore por Camila bernardini


Eu te ouço chorar tão longe daqui

Eu enxuguei suas lágrimas como se vc estivesse ao meu lado

Mas eu sei, ainda não está

Meus ombros estão molhados mesmo assim


Minhas orações inúteis não estão bastando pra curar

As velhas feridas tão profundas e tão queridas

A revelação é odiosa e medonha

E a crua realidade nos mata pouco á pouco


Você é meu sacramento

O sacramento do amor

Meu corpo esta mutilado

Diante do mármore do sacrificío


Não há sangue, não há vida

Não há mais brilho em meus olhos

Fostes e levastes minha seiva

Junto ao meu frágil coração


Apenas o mármore acolherá minhas lágrimas

Escorrendo dos meus olhos carmesins


O que restará então?

Se minha manhã não tem mais o mesmo brilho

Eu necessito tocar seu corpo

Como necessito do ar que respiro

Viver sem você é uma maldição


Camila Bernardini

12 comentários:

Diego Kabu disse...

Linda poesia, profunda na dose certa, parabens!

Diego Kabu disse...

Linda poesia, profunda na dose certa, parabéns!!

Douglas disse...

eu adorei camila ficou muito linda a poesia, gostei muito

nathalia disse...

Milaa!!! Mtu linda a poesia viu?!!??!
Parabéns!!

ROGER disse...

linda poesia camila
parabens vc escreve muito bem

ROGER disse...

linda poesia camila
parabens

ROGER disse...

parabens camila linda a sua poesia

Vino disse...

Sinistro,kkk

gostei muito..
parabens garota

rodrigo disse...

muito bela a poesia ^^
PARABENS ^^

Diego disse...

Fiquei extasiado com suas palavras!

Minha vida foi escrita!

Obrigado por me lembrar que minha vida não é tão boa assim!
HauHau

Bjão

~~LêH Malachi~~ disse...

Nossa não sabia que vs escrevia bem assim!!Tah linda a POESIAA...eu ameii!\o/

.:::_Marco_Damaceno_:::. disse...

Muito bem, mais um lindo poema Camila, adorei. Muito profundo! :)